arqa—Arquitectura e Arte Contemporâneas — Portuguese Contemporary Architecture and Art Magazine

Opinião

por: Diogo Aguiar

UMA RELAÇÃO ASSUMIDA COM A CONCEÇÃO DIGITAL

AN ASSUMED RELATIONSHIP WITH DIGITAL DESIGN


A conceção digital, a partir da modelação tridimensional, é hoje, mais do que tudo, uma realidade. Se, há não muitos anos, se anunciava como uma corrente, ou mesmo uma linguagem, da Arquitectura, hoje ela faz parte do processo diário da maior parte dos ateliers de arquitetura, tendo-se afirmado, sobretudo, como instrumento de trabalho. E se o instrumento de trabalho utilizado pode influenciar o resultado alcançado, também a conceção digital pode potenciar novas
possibilidades formais de arquitetura - por exemplo, as arquiteturas “loft ou “nurbs” -ou permitir alcançar um maior rigor técnico e de integração com as especialidades - a conceção em BIM – e, ainda, no seu expoente máximo, a construção por processos de fabricação digital. No entanto, no contexto deste artigo, interessa-me pensar sobretudo o seu papel como extensão do pensamento criativo, no processo de conceção, ao longo das várias fases de um projeto, tomando como referência o trabalho que temos vindo a desenvolver em contexto de atelier. (...)

The digital conception, based on the three-dimensional modelling, is today, more than anything, a reality. If, not many years ago, it was announced as a tendency, or even a language, of Architecture, today it is part of the daily process of most of the architecture studios, having affirmed itself, above all, as a working tool. And, if the working tool used can influence the result achieved, also digital design can enhance new formal possibilities of architecture - for example, the “loft or “nurbs” architectures - or allow to achieve a greater technical accuracy and integration with the engineering specialties - the BIM design - and even, in its maximum exponent, the construction by digital fabrication processes. However, in the context of this article, I am interested in thinking mainly about its role as an extension of creative thinking, in the design process, throughout the various phases of a project, taking as a reference the work,
we have been developing in our studio context. (...)

 (…)

Abr 2021

Outros artigos em Opinião

Imagem - INSERÇÕES - A IDEIA COMO ELEMENTO INDUTOR DO PROCESSO DO PROJETO INDUCTIONS - THE IDEA AS AN INDUCING ELEMENT OF THE PROJECT PROCESS

INSERÇÕES - A IDEIA COMO ELEMENTO INDUTOR DO PROCESSO DO PROJETO INDUCTIONS - THE IDEA AS AN INDUCING ELEMENT OF THE PROJECT PROCESS

Na sua conceção e desenho, as pequenas intervenções assumem um discurso conceptual e formal plural e heterogéneo. Contudo, muitas vezes, estas vertentes são ignoradas pelas convenções da própria prática profissional.… 

Nov 2020

Imagem - INSERÇÕES, “ESCASSEZ”, OPORTUNIDADE

INSERÇÕES, “ESCASSEZ”, OPORTUNIDADE

INSERÇÕES, “ESCASSEZ”, OPORTUNIDADE   Tempo de crise é tempo de manifestação de “escassez”, conceito associado sobretudo à teoria económica, relacionando a natureza limitada dos meios com as aspirações da ação… 

Nov 2020

Arquivo de Opinião