arqa—Arquitectura e Arte Contemporâneas — Portuguese Contemporary Architecture and Art Magazine

News Actualidades | Internacional | Agenda | Imobiliário

DESTAQUES

HIGHLIGHTS

TRÊS PERGUNTAS A ILYAS KIRKAN

O artista curdo Ilyas Kirkan, autodidata, nasceu na Turquia em 1972, vivendo na Dinamarca de 1978 a 1997, transferindo-se para Inglaterra onde viveu de 1997 a 2015, tendo começado aí sua carreira artística. Vive e trabalha em Lisboa desde 2015.

Kirkan participou em inúmeras exposições em várias cidades como Londres, Brighton, Copenhague, Paris, Antuérpia, Beirute, Montreal, Tóquio, Fort Myers, Fort Lauderdale e Lisboa.

Kirkan fez duas vezes parte da bienal JAALA Art Tokyo no Museu Metropolitano de Arte de Tóquio e no Festival Internacional de Artes de Montreal.

 Criar permite-me ser curioso. 

Ser curioso permite-me ser mais ousado. 

Quando me atrevo, posso ser mais brincalhão ao meu redor e, quando sou brincalhão, não sinto medo. 

Quando sou destemido, posso ser mais explorador no mundo que me rodeia e saio numa viagem. 

E uma incrível viagem de transformação começa. 

Venha...numa viagem com a minha arte!

(...)

ARQUITETO CARRILHO DA GRAÇA NA CASA DA ARQUITETURA

O acervo de João Luís Carrilho da Graça que agora chega à Casa da Arquitetura é produto de mais de 40 anos de trabalho do seu autor e contempla cerca de trezentos projetos, mais de uma centena dos quais tendo resultado de concursos públicos. Ainda que este extenso conjunto inclua planos executados para os mais diversos países – Espanha, França, Chipre, Itália, Suíça, Bélgica, Holanda, Alemanha, Áustria, Hungria, Finlândia, Egipto, Brasil e Estados Unidos da América –, a grande maioria diz respeito ao território nacional, incluindo projetos bem conhecidos pelo público português, como as Piscinas em Campo Maior (1982-1990), a Ponte sobre a Ribeira da Carpinteira na Covilhã (2003-2009) ou o Terminal de Cruzeiros em Lisboa (2010-2018).

Entre o conjunto do material incorporado é possível encontrar desenhos e escritos de Carrilho da Graça e dos seus colaboradores, mas também uma extensa coleção de maquetas que representam tanto as obras construídas, como algumas versões diferentes das que acabaram por ser executadas, ou até mesmo, em alguns casos, projetos que não chegaram a passar do papel.

(...)

Mar 2020