arqa—Arquitectura e Arte Contemporâneas — Portuguese Contemporary Architecture and Art Magazine

Design

por: Carla Carbone

HÁ EXPRESSÃO NA SIMPLICIDADE Design De Rui Tomás

Quando Dieter Rams escrevia o mítico texto “omit the unimportant”, alegava a aspetos fundamentais do design, que, ainda hoje, apesar de alguns anos decorridos, e da criação de novos princípios, são relevantes na prática da disciplina. Rui Tomás parece emergir, trazer à luz, esses princípios. Apesar da dilatação da disciplina, bem como o modo como se tem vindo a entrecruzar ou diluir com outras, não elimina princípios que são transversais ao tempo. Imutáveis para uma definição do design e que, aliás, são incontornáveis na sua prática. Dieter referia-se aos objetos industriais, mas esses princípios também podiam ser extensíveis aos objetos artesanais ou de pequena série. Vamos à primeira frase: “Todos os produtos industriais servem um propósito específico”. É certo que, com as novas necessidades, e depois de algumas décadas decorridas, pensar nos objetos como exclusivamente pensados para um único propósito, é reduzir, efetivamente as possibilidades de uso e até de compreensão desse objeto. sabemos que este princípio servia um propósito que passava exclusivamente por uma prática que pretendia responder às exigências do mercado, à chanfradura reducionista dos modelos, ao desenho que proporcionasse uma fabricação de objetos, o menos dispendiosa possível. essa preocupação economicista conduzia ao estreitamento da expressão da linha, no desenho industrial, e à sua privação de expressão. o designer não era um artista. e isso fazia parte de uma conduta ética e de uma cultura que repudiava até a ideia de objetos que fossem uma mescla dos dois universos, entre a arte e o design. ora esses princípios perduraram até hoje e ainda moldam a nossa forma de agir e de fazer escolhas. no entanto, há aspetos que devem manter-se, ainda hoje, e não serem colocados de parte, de forma determinante. (...)

Rui Tomás

Rui Tomás é um designer, formado na Faculdade de Arquitetura da universidade de lisboa. O designer desenvolve um trabalho assente numa preocupação multidisciplinar, em diferentes escalas projetuais. O seu perímetro de ação tem-se situado entre a “escala da mão e a escala da arquitectura”. Tomás é um apaixonado pelo design de cariz, principalmente, geométrico e o seu trabalho tem-se evidenciado
pelo elogio à simplicidade, associada ao detalhe, à linha pura e essencialista. Manifesta interesse privilegiado nos materiais e tecnologias de transformação. Usa o desenho como uma ferramenta propícia para facilitar o pensamento e comunicação de ideias em design. Rui Tomás conta já com obras amplamente divulgadas em Portugal, e no estrangeiro, como Paris, londres, Berlim, Xangai e Nova Iorque.

 

 (…)

Set 2019

Outros artigos em Design

Imagem - DESIGN EM DEBATE

DESIGN EM DEBATE

imagem 1 imagem 2 Se há designer, no feminino, que mais representou a inovação, a reflexão e debate sobre o design, numa perspetiva sempre crítica do fenómeno, essa designer foi,… 

Jun 2019

Imagem - Rever Joana Vasconcelos em 2005, entrevista arqa

Rever Joana Vasconcelos em 2005, entrevista arqa

clique para ler a entrevista na íntegra Joana Vasconcelos entrevistada por Sandra Vieira Jürgens, para a arqa, em 2005  … 

Abr 2019

Arquivo de Design