arqa—Arquitectura e Arte Contemporâneas — Portuguese Contemporary Architecture and Art Magazine

Livros

por: Mário Chaves

Nadir nas Cidades e The Search For Form in Art and Architecture

Nadir nas Cidades

O Homem, esse ser natural que quis ser social, no momento em que Caim, o urbano, matou Abel, o nómada, inventou o sedentarismo como modelo para com a cidade, que o distanciará da Natureza, o seu berço, mas não a casa de gerações. As cidades têm ao longo de séculos alimentado a multiplicação do homem, na sua vertente social, política, cultural, económica, filosófica, ecuménica. A cidade é o habitat natural do homem civilizado. Mas esta assume muitas formas e Nadir viveu-as. Nadir nas Cidades é um amor pelo valor do reconhecimento das suas formas e ambiências, a substância para com os cidadãos. Nadir Afonso foi um cidadão do Mundo e o Mundo deu-lhe a conhecer as suas maiores formalizações, as Cidades que nos acolhem, que o acolheram. As Cidades de Nadir são um manifesto de um outro tempo, em que a cultura social emanava das cidades, antes da ganância ter tomado tudo. Resta esse ideal de cidade, onde todos fomos já felizes.

The Search For Form in Art and Architecture

A Forma; essa concretização matérica que incorpora a ideia e a vontade de dar forma pela Arquitetura, a maior das artes da comunicação em que a sociedade se incorpora. Há arquitetura em tudo o que há; a sociedade forma-se, ou formava-se na forma da cidade e dos seus edifícios. Esta busca da explicação da Forma, data do final da II Guerra Mundial – 1948 – onde o sistema da sociedade ocidental colapsou e pode questionar- se sobre a sua viabilidade e veleidade de valor, num mundo implodido sobre a sua heterodoxia, sem reconhecer que o paradigma tinha, em definitivo, mudado. Seria agora a ideia Platónica ou Aristotélica, na afirmação formal do que se entende pela forma Arquitetónica, que, face à potência da indústria e da ganância urbana generalizada, se tem demitido de constituir o poder da continuidade da estabilidade da Humanidade. Perdendo-se a forma, instalação da desformatação a que se assiste. O Mundo não é mais o mesmo sem a forma da linguagem Arquitetónica, enquanto retórica estruturadora de um sistema e modo de vida. Há um novo paradoxo na atitude desformalista na Arte e na Arquitetura a que o Mundo ainda não se habituou.

 (…)

Jun 2019

Outros artigos em Livros

Imagem - Zaha Hadid PHILIP JODIDIO Taschen, ISBN 978383653656

Zaha Hadid PHILIP JODIDIO Taschen, ISBN 978383653656

Zaha Hadid teve o seu tempo; numa continuidade possível após Peter Eisenman e Frank Ghery, na reaproximação da voluptuosidade das formas, das linhas, das arestas, dos vértices, nesse tempo de… 

Mar 2019

Manuel J. Martin Hernández, La Invención de la Arquitectura, Celeste Ediciones

A invenção da Arquitetura foi um processo mágico de, ao todo da matéria e das boas intensões, fazer acontecer a memória de um valor e o conforto da satisfação da… 

Out 2018

Arquivo de Livros