arqa—Arquitectura e Arte Contemporâneas — Portuguese Contemporary Architecture and Art Magazine

Edições

por: Arq|a

EDIÇÃO 133

PAISAGENS | LANDSCAPES

ÍndicePAISAGENS | LANDSCAPES
Os arquitetos demonstraram sempre capacidade na forma de atuar na paisagem, numa procura de aliar cultura e lugar. As abordagens ao conteúdo, ao significado do lugar, resultam obrigatoriamente no produto visual com variadas propriedades sejam elas de espaço, forma ou matéria, elementos percecionados e trabalhados pelos nossos sentidos. Num momento em que se reequacionam e se alteram conceitos, a paisagem deixou de ter a caracterização previsível que foi tendo ao longo da história. Deixou de ser uma representação idílica da natureza. Novos valores, reflexo das sociedades contemporâneas, manifestam-se nas novas leituras da paisagem, seja ela natural, rural ou urbana. Podemos afirmar que a paisagem surge como um conceito operativo, cujas qualidades suportam mutações, capazes de alterar a sua realidade física, ou seja ela poderá ser o resultado da ação humana sobre o território. Nesse sentido podemos afirmar que os projetos apresentados neste número da arqa conciliam a singularidade da paisagem com uma comunicação direta à representação do conteúdo.
The architects have always shown ability to act in the landscape, in a quest to combine culture and place. The approaches to content, and to the meaning of place, necessarily result in a visual product with diverse properties, space, form or matter, elements perceived and worked by our senses. In a time when concepts are being re-made and changed, the landscape has no longer the foreseeable characterization it had throughout history. It ceased to be an idyllic representation of nature. New values, a reflection of contemporary society, reveals the new readings of landscape – be it natural, rural or urban. In that way we can affirm that the landscape(s) emerges as an operative concept, whose qualities support mutations, capable of changing its physical reality, that is, it may be the result of human action on the territory. In this sense we can affirm that the projects published in this arqa issue reconciled the singularity of the landscape with a direct communication to the representation of the content.

 (…)

Mar 2019

Outros artigos em Edições

Imagem - Edição 132

Edição 132

Edição 132… 

Dez 2018

Imagem - Edição 131

Edição 131

Edição 131… 

Set 2018

Arquivo de Edições