arqa—Arquitectura e Arte Contemporâneas — Portuguese Contemporary Architecture and Art Magazine

Editorial

por: Direção-Geral do Património Cultural

2018 – ANO EUROPEU DO PATRIMÓNIO CULTURAL 2018 | EUROPEAN YEAR OF CULTURALural HERITAGE

A filosofia subjacente à celebração do Ano Europeu do Património Cultural (AEPC) em Portugal radicou, desde o momento da sua apresentação, em setembro de 2017, na participação ativa da sociedade civil, à escala local, regional e nacional, cobrindo o vasto leque do património cultural. O programa do AEPC foi, assim, construído, numa base de abertura e atualização permanentes – de 1 de janeiro a 31 de dezembro de 2018 – e com metas claramente traçadas: dar continuidade ou iniciar projetos com potencial de projeção no futuro e direcionar mensagens às comunidades, em particular, aos jovens. A criação de uma página na Internet e na plataforma Facebook, revelaram-se instrumentos fundamentais à divulgação do AEPC e à construção de um programa nacional de iniciativas, assentes na participação ativa dos cidadãos. Mas, a realização e promoção do AEPC implicou, sobretudo, um trabalho concertado com um número assinalável de entidades, públicas e privadas, com especial relevância no domínio do património cultural, contando-se, para além da Representação da Comissão Europeia em Portugal e da Representação do Centro de Informação Europeia Jacques Delors em Portugal, Fundações, Ordens profissionais, Organizações Não Governamentais, ICOM, ICOMOS, APOM, Comissão Nacional da UNESCO, Centro Nacional de Cultura, Associações de Defesa do Património Cultural e Natural, Associação Nacional de Municípios Portugueses, Associação Nacional de Freguesias, Secretariado para os Bens Culturais da Igreja, União das Misericórdias Portuguesas, Institutos e Centros de Investigação, EUNIC Portugal, entre muitas outras. Deste contacto resultou a disseminação, em rede, através das diferentes entidades, dos objetivos do AEPC e a exponenciação do convite à participação. Até à presente data o programa nacional de iniciativas contabiliza mais de 1.500 ações a nível nacional, incluindo Açores e Madeira, envolvendo cerca de 150 municípios e mais de 420 mil participantes, das quais se destacam: 336 visitas livres/orientadas e rotas patrimoniais, 345 encontros e congressos, 270 exposições, 167 ateliers, 169 espetáculos e muitas outras iniciativas – lançamento de publicações, festivais, campanhas de informação, animações de rua, concursos, recriações históricas, atividades de investigação, projetos digitais, documentários/filmes ou sessões de leitura. Numa parceria com a revista arqa quisemos, na presente edição, registar um breve balanço, não só ao nível da obra, mas também do testemunho de várias personalidades ligadas ao património português e ao Ano Europeu do Património Cultural.
The philosophy underlying the celebration of the European Year of Cultural Heritage (AEPC) in Portugal was set, from the moment of its presentation, in September 2017, in the active participation of civil society at local, regional and national level, covering the wide range of cultural heritage. The AEPC program was thus built on a permanent openness and updating basis - from January 1st to December 31, 2018 - and with clearly defined goals: to continue or start projects with projection potential in the future and to direct messages to the communities, in particular, to young people.(...) Up to this date, the national program of initiatives has counted more than 1,500 actions nationwide, including the Azores and Madeira, involving about 150 municipalities and more than 420,000 participants, 336 of which were free / guided visits and heritage routes, 345 meetings and congresses, 270 exhibitions, 167 workshops, 169 shows and many other initiatives - launching of publications, festivals, information campaigns, street animations, competitions, historical recreations, research activities, digital projects, documentaries / films or reading sessions . In a partnership with arqa magazine, we wanted to present a brief review, not only at the level of the work done, but also in the testimony of several personalities linked to the Portuguese heritage and to the European Year of Cultural Heritage.

 (…)

Dez 2018

Outros artigos em Editorial

Imagem - O JOGO DE SOMBRAS DE UMA PAISAGEM EMOTIVA | THE SHADOWS GAME OF AN EMOTIVE LANDSCAPE

O JOGO DE SOMBRAS DE UMA PAISAGEM EMOTIVA | THE SHADOWS GAME OF AN EMOTIVE LANDSCAPE

A arquitetura é sempre um ato de invenção. Esta preposição pode parecer ambiciosa e até presunçosa, mas é fácil aceitá-la se partirmos do princípio que a arquitetura envolve sempre um… 

Mar 2019

Imagem - PATRIMÓNIO, A ALQUIMIA DO TEMPO | HERITAGE THE ALCHEMY OF TIME

PATRIMÓNIO, A ALQUIMIA DO TEMPO | HERITAGE THE ALCHEMY OF TIME

Cidades e edifícios têm carácter e identidade e geram uma relação emocional com os seus utilizadores. Todos somos agentes na forma de conhecer e viver os edifícios. As cidades e… 

Dez 2018

Arquivo de Editorial