arqa—Arquitectura e Arte Contemporâneas — Portuguese Contemporary Architecture and Art Magazine

Artes

Uma nova geração

por: Sandra Vieira Jürgens

Este texto ensaia uma aproximação a diversas práticas, linhas de trabalho, de pensamento e reflexão produzidas por artistas nascidos na década de oitenta. Propor o que ficará conhecido como as novas práticas artísticas emergentes… (+)

Jul 2014

Usos e recursos da arte contemporânea

por: Sandra Vieira Jürgens

O uso de edifícios, fábricas, armazéns em estado de abandono, desocupados, devolutos, improdutivos, degradados, tornados obsoletos no período pós-industrial, marcou a realização de exposições e desenvolvimento de práticas… (+)

Abr 2014

Performatividade Difusa

por: Sandra Vieira Jürgens

Na arte contemporânea, a instalação é por excelência o espaço da indiferenciação. A sua prática surge amplamente ancorada na produção de intervenções compósitas, formadas mediante um exercício de… (+)

Fev 2014

Das Academias às Universidades

por: Sandra Vieira Jürgens

A oferta de escolas de arte em Portugal, públicas ou privadas, é elevada, tal como os graus de formação e as áreas de licenciaturas, mestrados, pós-graduações e doutoramentos disponíveis. Apesar de serem muitos os esforços de… (+)

Out 2013

A sagração do White Cube

por: Sandra Vieira Jürgens

Em meados do século XX, o White Cube tornar-se-ia a configuração paradigmática universal dos museus e espaços expositivos. Foi sobretudo a partir da reforma do Staatliche Museum de Amesterdão nos anos cinquenta, um edifício de tijolos repintado… (+)

Jul 2013

Ana Pérez-Quiroga

por: David Santos

O quarto capítulo de "Bouvard e Pécuchet" (1881) - derradeiro, irónico e inacabado romance de Gustave Flaubert - traduz de modo peculiar a mais radical caricatura sobre uma das maiores obsessões da humanidade: colecionar objetos do passado para resgate da… (+)

Mai 2013

Trabalho coletivo

por: Sandra Vieira Jürgens

No campo artístico, as novas coletividades abriram horizontes de trabalho e de atuação mais flexíveis, fora do quadro regulamentado das instituições e tiveram amplas repercussões no alargamento do território expositivo e no aparecimento de… (+)

Mai 2013

António de Sousa

por: David Santos

Toda a alegria silenciosa de Sísifo está aí. O seu destino... selado pela sua morte. Assim, convencido da origem toda humana de tudo o que é humano, cego que quer ver e que sabe que a noite não tem fim, ele está sempre caminhando. O rochedo continua a… (+)

Abr 2013

A Condição Digital

por: Sandra Vieira Jürgens

Na criação artística a passagem da era analógica para a digital significou uma ampla transformação das ferramentas de produção disponíveis, sendo que nem todas elas são evidentes. Temos ao nosso dispor novos aparelhos digitais,… (+)

Abr 2013

António de Sousa

por: David Santos

Toda a alegria silenciosa de Sísifo está aí. O seu destino... selado pela sua morte. Assim, convencido da origem toda humana de tudo o que é humano, cego que quer ver e que sabe que a noite não tem fim, ele está sempre caminhando. O rochedo continua a… (+)

Mar 2013