arqa—Arquitectura e Arte Contemporâneas — Portuguese Contemporary Architecture and Art Magazine

Projectos

BELÉM CLUBE, LISBOA

José Adrião

A intervenção tem como objetivo transformar o edifício existente e devoluto na nova sede do Belém Clube - coletividade de cultura e recreio fundada em 1889, com sede atual na Calçada da Ajuda 76/80, antigo Teatro Luís de Camões. Foi previamente definido pela entidade contratante que o novo programa do edifício deveria conter diferentes áreas funcionais tais como: sala de espetáculos/polivalente, zona de bar,sala de reuniões, sala de direção, biblioteca/sala de informática, sala de trabalho das secções, zona destinada a exposição de troféus, instalações sanitárias comuns, camarins e instalações sanitárias dos artistas, cabine de luz e som e arrecadações. Depois de uma consulta numa fase preliminar à IGAC - Inspecção Geral de Actividades Culturais - verificou-se que uma das questões mais importantes a resolver na adaptação do edifício existente, a sala de espetáculos, seria a questão do ruído, do interior para o exterior, em caso de espetáculos. (...)

 

The intervention aims to transform an existing vacant building into the new headquarters of Belém Clube - a recreational and cultural association founded in 1889 and with its current headquarters in the old Luís de Camões Theatre. Previously defined by the contracting entity that the new building should contain different functional areas, such as: auditorium/multifunctional room, bar, meeting rooms, board room, library/computer room, activities room, trophy area, dressing room, artists sanitary facilities, sound and light cabin and storage. After a preliminary meeting with IGAC (Authority for the Performance Arts) it was clear that the main issue to be addressed in the existing building's adaptation into concert hall/theatre room would be, in case of a performance the question of noise inside-out and vice versa. (...)

SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE LISBOA, 2013

Eduardo Souto Moura

Com base na proposta inicial, de requalificação do logradouro do complexo de São Roque e do edifício da "Lavandaria" com a sua adaptação a auditório, pareceu-nos que a introdução de um novo elemento, no logradouro do complexo, seria pretexto de requalificação espacial com a introdução de novos percursos.
Deste modo a solução proposta assenta na construção de um edifício de raiz para o auditório, com capacidade para 200 pessoas, e localizado no extremo Norte do complexo, rematando a praça baixa do edifício da "Lavandaria" e definindo a partir deste, um eixo de simetria entre o existente e o novo auditório, criando um belvedere sobre a cidade e a colina do castelo de São Jorge. (...)

Based on the initial proposal, requalification of the public space of São Roque complex and the "Lavandaria" building with its adaptation to auditorium, it seemed to us that the introduction of a new element in the complex's backyard would be a pretext of spatial requalification with the introduction of new routes.
In this way, the proposed solution is based on the construction of a 200-seat auditorium building, located at the north end of the complex, finishing off the low square of the "Lavandaria" building and defining from there an axis of symmetry between the existing and the new auditorium, creating a belvedere over the city and the hill of the castle of São George. (...)

ENTRE CATEDRAIS, CÁDIS

Alberto Campo Baeza

O projeto "Entre Catedrais" visa criar uma peça de arquitetura capaz de acomodar, proteger, evidenciar e valorizar o lugar mais significativo na história da cidade mais antiga do ocidente: o espaço vazio que existe entre a nova e a antiga catedrais, de frente para o mar, e que está a ser alvo de uma importante escavação arqueológica.
Os objetivos fundamentais são cobrir e proteger a escavação arqueológica. Contudo pretendíamos que o plano que surge sobre as escavações fosse, ao mesmo tempo, um espaço de estadia público de contemplação da paisagem (mar), cuja altura permita a fluidez visual do mar e que não possibilite ver a imagem dos carros que circulam na via marginal (circunvalação de Cádis).
Esse plano é concebido como uma plataforma leve pousada sobre as escavações, à qual se acede por uma rampa lateral. Nesse plano abrem-se vazios (lanternins) de luz, para iluminar e ao mesmo tempo permitir observar as escavações. Acima e ao fundo justapõe-se um pórtico que protege do sol e da chuva, revestido a pedra, com capacidade de dar continuidade às fachadas das duas Catedrais.
Esse "pórtico", em forma de dossel, será construído com elementos leves, metálicos, que nos remetem para uma construção naval, todo pintado de branco, para acentuar a sua leveza. A zona transitável será revestida a mármore, transmitindo a sensação de um tapete. Branco.
Na construção da base, a memória dos navios. No Pórtico, como se se tratasse de um andor suspenso por varões, remetendo para os grandes andores das procissões, queríamos fazer uma bela peça de arquitetura, capaz de valorizar esse local iconográfico, capaz de permanecer na memória de Cádis. (...)

The project "Entre Catedrales" (Between Cathedrals) consists in creating a piece of architecture capable of taking in, protecting and revealing to its best advantage the most significant place in historic Cadiz, the most ancient city of the western world: the empty space between the new and the old cathedrals, facing the sea; a space which is also the site of an important archaeological excavation.
The project's objectives are to cover and protect the archaeological excavation. Additionally, we would like this covering plane to serve as the base for a public area facing the sea, at a height that provides a clear view, so the cars on the access highway cannot be seen.
It is conceived as a light white platform, perched over the excavation, as if on tiptoes, and is reached by a side ramp. On this plane, light holes will be opened, as skylights, so that the excavation can be seen from above. Above, in the back, covering the current party wall, a stone face to provide continuity to the stone façades of the two cathedrals, an awning is constructed to protect us from the rain and sun. The entirety is built with light elements, perhaps metal, as if in shipbuilding, all painted white to accentuate its lightness. The passable area will be carpeted in white marble. The construction of the base recollects ships. The awning above, as if a canopy on poles, recollects a religious procession. We wish to make a beautiful piece of architecture, capable of revealing this marvellous place to its best advantage, capable of remaining in the memory of Cadiz.

Nuno Simões

CENTRO DE INOVAÇÃO DA MOURARIA, QUARTEIRÃO DOS LAGARES

O "Quarteirão dos Lagares" - nome que evoca um passado agrícola de lagares de azeite ou de vinho - viu reforçada a valência habitacional com a reconstrução desta zona da cidade, após o Terramoto de 1755, tendo ainda sofrido alterações pelos arranjos urbanísticos subsequentes.
Por ser um dos raros exemplos de quarteirão com organização espacial medieval, que ainda subsistem em Lisboa - conjunto de complexa volumetria articulado através de diferentes níveis e pátios - detém um relevante valor patrimonial, reforçado pelos achados das campanhas arqueológicas efetuadas de 1999 a 2013 no edificado e no logradouro, que recuperaram vestígios de antigas vivências sociais e económicas, que contribuem para aprofundar a história do bairro da Mouraria, desde a Idade Média.
Originalmente integrava quatro edifícios em torno de um logradouro, na sua maioria do período pré-pombalino, dois dos quais já não existem (C e D). O edifício principal (A) configura uma residência com características senhoriais de que são testemunho os cunhais de cantaria e os vãos de sacada ao nível do andar nobre. O edifício B, mais recente, apresenta vestígios de paredes em taipa, estruturas com valor patrimonial e arqueológico invulgares na cidade de Lisboa. (...)

The CIM (Centro de Inovação da Mouraria) is a hub for creative activities hosted in an ancient building complex situated in Mouraria, a historical quarter of Lisbon. This building complex, with its origins pre-earthquake (1755) was in an advanced state of decay when we were assigned to design the CIM.
The ensemble is composed by the main existing buildings (A and B) and three new constructions (C, D and E). These new parts host the functionalities that the CIM needed, i.e. the vertical connections and sanitary facilities, the multipurpose room and the connection space between A and B.

 

Atelier Pedra Líquida

REABILITAÇÃO DA CASA DOS MARQUESES, VILA REAL

O projeto de reabilitação da antiga Casa dos Marqueses de Vila Real, realizado por encomenda daquele município, visou a instalação de um novo Centro de Informação Turística (CIT), centralizando diversos serviços congéneres, disseminados por outros lugares, mas também a remodelação do Posto de Turismo, localizado no piso térreo do edifício. Do ponto de vista metodológico, o projeto partiu de uma análise profunda das estruturas e dos espaços existentes, tirando o máximo de proveito do seu potencial arquitetónico, mas também dos métodos construtivos precedentes. Preparou-se assim um "espaço-contentor" neutral, de modo a receber a diversidade de futuros "conteúdos" - iluminação, mobiliário, sinalética - já existentes noutros serviços e ali concentrados após a obra.
Este conjunto patrimonial, também conhecido por "Casas da Praça" ou "Casas da Torre", resultou de um longo e intrincado processo de transformação de um palácio nobre, datado do início do século XVI, e que desde pelo menos o século XVIII foi sendo continuamente fracionado e reconstruído, ao "gosto" de cada época, até atingir a sua atual fisionomia, por adaptação ao traçado e alinhamento da Avenida Carvalho Araújo, aquando da sua abertura. Neste sentido, foi difícil identificar, com total rigor, os elementos pertencentes à construção original, ainda assim adivinhada no aparelho de pedra aparente da fachada principal, nas suas curiosas ameias, e, por fim, na sua janela de evocação Manuelina rodeada de vãos mais recentes. Estes, numa expressão de mimetismo compósito, introduzido no início do século XX, fixaram o alçado simétrico que hoje se conhece. Se esse "retalhamento" arquitetónico era percetível no alçado principal, o mesmo se inferiu em relação ao alçado de tardoz, o qual resultou da estratificação de dois pisos em alvenaria de pedra rebocada, coroados por um piso em estrutura de tabique, aproveitando o vão da cobertura. (...) 

The restoration of the former Casa dos Marqueses de Vila Real, commissioned by the municipality, includes a new Tourism Information Centre - integrating several similar services disseminated by other places -, as well as the remodelling of the City's Tourism Office, located on the building's ground floor. From a methodological point of view, the project started from an in-depth analysis of the existing structures and spaces, taking full advantage of their architectural potential but also of preceding building methods. A neutral "space-container" was thus prepared, in order to receive the diversity of future "contents" - lighting, furniture, signage - already existing in other services and concentrated thereafter.
Subsequently to the restoration of the facades and roof - including works of cleaning, waterproofing, insulation and application of new wooden frames -, the interior compartments were renewed according to two principles: the maintenance of the spatial characteristics of each room; and the uniformity of the chosen coatings and colours for ceilings and walls, and also for portals, doorways, baseboards and floorboards. This architectural "neutralization" revealed the elegance of some unique inner elements, such as stair railings, interior windows, and wooden roof structures.

 

João Mendes Ribeiro

ESTUFAS TROPICAIS DO JARDIM BOTÂNICO DA UNIVERSIADE DE COIMBRA

As Estufas Tropicais e o novo Espaço Ciência in Situ localizam-se na Alta de Coimbra e fazem parte do Jardim Botânico da Universidade, construído em 1772, pelo Marquês de Pombal. As Estufas Tropicais, concluídas em 1859, são um dos primeiros exemplares da arquitetura do ferro em Portugal, tendo como referência as estufas de Kew Gardens, em Inglaterra. A intervenção levada a cabo nas Estufas envolveu o restauro e recuperação das estruturas existentes e a implementação de soluções técnicas adequadas ao desenvolvimento das plantas e ao uso do espaço, nomeadamente para realização de visitas. Estas condições implicaram novos meios de sombreamento e de ventilação, a garantia de níveis higrométricos e de humidade adequados e a acessibilidade ao edifício e dentro deste. Como uma das medidas de maior impacto na reabilitação da Estufa destaca-se a recuperação da relação interior/exterior original e a reposição da transparência dos vidros, nos paramentos verticais e na cobertura, retirando a opacidade e o peso resultantes da anterior caiação dos vidros. Em substituição do anterior processo de controlo da temperatura e luminosidade, através de caiação, foram aplicados novos vidros transparentes laminados e telas de sombreamento interiores. Essa medida, que procura corrigir a desadequação face aos requisitos de regulação térmica, proteção solar e de segurança do espaço, acarreta uma alteração radical da imagem da Estufa, que passou a assumir uma configuração distinta consoante as estações do ano. (...)

The Tropical Greenhouses and the new on-site Science Corner are located in the high town or Alta de Coimbra. They belong to the University's Botanical Garden built in 1772 by the Marquis de Pombal. The Tropical Greenhouses, completed in 1859, are one of the first examples of iron architecture in Portugal, their reference being the Kew Gardens greenhouses in England. The intervention on the greenhouses involved restoring and recuperating the existing structures and implementing suitable technical solutions for the growth of the plants and for the use of the space, namely for receiving visits. These conditions implied new shading and ventilation means, to guarantee the appropriate hygrometric and moisture levels and access to and within the building.
One of the measures with greatest impact in the rehabilitation of the greenhouses was recovering the original interior/exterior relation and reinstituting the transparency of the glass on the vertical surfaces and the roof by removing the whitewashing that had added opacity and weight to the glazes surfaces.(...)

Jorge Mealha

EDIFÍCIO NO LAVRA, LISBOA

O prédio da Calçada do Lavra, em Lisboa, provavelmente construído em finais do século XIX e ampliado no início do século XX, apresenta um desenho muito coerente e resolve de modo subtil a relação com a acentuada pendente da topografia. Resolve também de forma inteligente a inflexão de direção do conjunto das fachadas onde se insere.
A fachada, onde se destacam alguns troços de composição regrada, que organiza a relação das janelas entre si e destas com os restantes elementos - frisos, guardas, molduras - de modo singelo e articulado.
Afirma-se como um dos elementos mais fortes na construção da identidade deste prédio. O branco, utilizado enquanto fator comum e agregador de todos os elementos que desenham a fachada, procura, auxiliado pela luz e pelas sombras, acentuar a revelação da sua cuidada geometria e as particularidades de alguns elementos.
O novo átrio da entrada articula, através da sugestão de um caminho algo sinuoso, a relação entre a rua e o primeiro patamar da escada existente. A leitura do seu desenho e o percurso que induz resultam de um conjunto de tensões, variações de escala e perspetivas cruzadas, em consequência da colocação do enorme volume colocado neste espaço, o poço do elevador. (...)

Remembering the project The Calçada do Lavra building, probably first built at the end of the 19th century and extended at the beginning of the 20th century, presents a very coherent design and subtly resolves the relation with the accentuated slope of the street as well as the inflexion in direction of the set of facades in which is settled. The facade, where some portions of extremely orderly compositions stand out, organizes the relation between windows and of these with the remaining elements - friezes, guards, frames - in a simple and articulated manner, stands out as one of the stronger elements in the construction of this buildings character. The white, used as a common and uniting factor of all the elements that compose the facade, searches, aided by light and shadow, to accentuate the revelation of its careful geometry and the particularities of the design of some elements. The new entrance atrium articulates, trough the suggestion of a somewhat sinuous path, the relation between the street and the first landing of the existing stair. Its design, the path it induces, is the result of a set of tensions, variations in scale and crossed perspectives, as a consequence of the large volume placed in this space, the elevator shaft.

 

Pedro Silva Arquitectos

MUSEU ZERO:// CENTRO DE ARTE D1G1TAL

Localizado em Santa Catarina da Fonte do Bispo - Tavira, no Algarve, e promovido pelo Instituto Lusíada de Cultura, o projeto para o Museu Zer0 compreende a reabilitação de parte das instalações, atualmente desativadas, da Cooperativa Agrícola de Santa Catarina da Fonte do Bispo e sua adaptação ao acolhimento de um núcleo museológico e criativo dedicado ao tema das artes digitais. O contraste entre o enquadramento rural, com fortes referências de cariz vincadamente agrícola, e o caráter eminentemente contemporâneo e de exceção do programa previsto, sugere o potencial para a criação de um ponto de atratividade e dinamização da envolvente, mas salienta simultaneamente uma necessidade de salvaguardar o caráter do local e assegurar o enquadramento da proposta, que se tornam pontos essenciais da sua conceção. Ao reconhecimento e potenciação deste contraste junta-se assim a preservação e valorização da herança arquitetónica e paisagística como temas centrais do projeto, mantendo presentes os valores da etnografia, cultura e património algarvios.
O conjunto edificado existente que se propõe reabilitar é composto por diversos pavilhões, anexos e sucessivas extensões, anteriormente dedicados ao processamento de cereais. Dentro destes destacam-se os grandes silos de armazenamento que pontuam a volumetria, não só do conjunto, mas também de toda a envolvente construída, adquirindo uma presença inevitável como referência visual que se procura manter inalterada. A espacialidade singular destes silos e o consequente desejo de os tornar parte integrante do percurso do projeto convidam ao desenvolvimento de intervenções estratégicas, que os tornem permeáveis ao programa que se desenvolve em seu redor, incluindo a perfuração pontual das suas lajes e a abertura de percursos no seu interior. (...)

Located in Santa Catarina da Fonte do Bispo - Tavira, in Algarve, and promoted by the Instituto Lusíada da Cultura, the Museu Zer0 project proposes the rehabilitation of part of the local agricultural cooperative's installations into a museum and creative centre dedicated to the digital arts. The contrast between the rural environment and the decidedly contemporary and exceptional character of the proposed brief suggests the potential to improve its surroundings, but, at the same time, highlights a need to preserve the local heritage and ensure the proper integration of the proposal.
This being the case, and despite discrepancies in the state of preservation and architectural quality of the different wings and attachments that compose the building, the choice was made to rehabilitate it in its entirety. Special care was placed on the preservation of the industrial character and the large machinery that is still present. In this way the intervention in the existing building is kept to a minimum, ensuring only the necessary compliance and performance of the programme, and focusing on highlighting the existing features. The large grain silos, a particularly striking feature of the existing building, were subject to further interventions aimed at integrating their unique spatiality with the project's functional spaces.(...)

Apartamento, Lisboa

João Alexandre Góis

Um projeto de arquitetura é sempre um processo de partilha de investigação e de discussão.
A reabilitação de um apartamento num edifício dos anos 30 no centro da cidade de Lisboa, desencadeou um processo, em avalanche, de investigação, discussão e análise que nos levou muito para além da reforma de um apartamento.
A busca pelo modo de intervir, levou-nos a investigar o passado, a refletir sobre o presente e a ponderar ao futuro.
A reabilitação é um tema complexo e delicado, pois acrescenta à responsabilidade de intervir no património histórico e edificado das cidades, reflexões sobre o tempo, a sociedade e a cidadania. Os conflitos actuais e os seus reflexos na forma e imagem da arquitetura contemporânea expressam-se neste projeto através de um jogo subtil entre os aspetos íntimos e poéticos do habitar e a vontade legítima de investimento imobiliário.
O tempo é, sem sombra de dúvidas, o grande adversário no processo de projeto e obra, principalmente na reabilitação. Recordo as palavras do Arq. Gonçalo Byrne, a propósito do seu projeto do Museu Machado de Castro, em Coimbra: "Para intervir responsavelmente num espaço com mais de cinco séculos de história seriam necessários outros cinco séculos de processo e trabalho."
A reabilitação não é mais do que um momento na história de um espaço. (...)

The rehabilitation of an apartment in a building from the 1930s, in the centre of the city of Lisbon, triggered a process of investigation, discussion and analysis that took us well beyond a mere renovation project.
Rehabilitation is a complex and delicate theme, since it adds reflections on time, society and citizenship to the responsibility of intervening in the historical heritage of cities. The present conflicts and their reflections in the form and image of contemporary architecture are expressed in this project through a subtle play between the intimate and poetic aspects of the dwelling and the legitimate goals of real estate investment.
As in the typologies of the buildings of the nineteen thirties, the apartment was composed of a set of spaces devoid of hierarchy, which were destined to various uses throughout its existence. This typological versatility, and the adaptability that these spaces have, allows a huge variety of uses and functions.
The program presented by the clients matched the flexible way the existing house presented itself, but it aimed to redefine a space that was the centre of all their experience as a family. For them, most of the time is spent in a common space that brings together the living room, kitchen, work area and playground for children - a unique and barrier-free space. Promoting the interconnection of the family and life in community.
For that very reason, it was natural the way we approached the program and how the project began to materialize. What was formerly the kitchen, the dining room, and a room attached to the kitchen was joined in one single space.
Despite the disappearance of the walls, the spaces continued to exist as if it were an archaeology, whether through the structural reinforcement system, metal beams, or the stereotomy marking on the floor of existing spaces, which replaced the space formerly occupied by the Walls.
The fact that our clients acquired a property that enjoyed the exclusive use of the adjoining terraces and roof, led us to consider the possibility of creating a living space and contemplation on the roof, benefiting from the breath-taking views, southwards to São Jorge castle, the Pombaline downtown area and the Tagus river, as well as to the North, to the Eduardo VII Park.
Following the concept developed in Asia, and particularly in Japan, with its remarkable examples of architecture, which regards roofs as a new frontier to be explored architecturally to extend the inhabited space, through light structures, we thought of a hybrid construction and totally autonomous of the existing architectural lexicon, based on the concept of the tree house.
Therefore, wood immediately came to mind as the material that best suited the project, due to both its technical characteristics and those we wanted to highlight in a reversible and ecological construction.
The autonomous construction is located in the terrace, aiming to establish levels of spatial hierarchy in the remaining space, promoting and qualifying it.

 

Fernando e Elsa Hipólito

APARTAMENTO PRAÇA JOÃO DO RIO, LISBOA

Este apartamento, no último andar de um edifício "Estado Novo", tinha um espaço comum do condomínio com uma área de cerca de 80m2, correspondente a um espaço vazio por baixo da cobertura e com uma altura generosa. Foi realizado um acordo para que este espaço, devoluto e sem acessos, passasse a fazer parte do apartamento do último piso. Assim, este projeto tinha não só o desafio de remodelar o apartamento existente, como o de adicionar umas escadas, transformando-o num duplex com zonas sociais nos dois pisos, interligadas espacial e visualmente.(...)

Refurbishment of an apartment from the 40's in which the staircase is a centrepiece of the project as it unifies the two living rooms at different levels. The existing flooring, skirting, ceiling tops and door handles were recovered, keeping an essence of the time.