arqa—Arquitectura e Arte Contemporâneas — Portuguese Contemporary Architecture and Art Magazine

Projectos

Atelier Pedra Líquida

REABILITAÇÃO DA CASA DOS MARQUESES, VILA REAL

O projeto de reabilitação da antiga Casa dos Marqueses de Vila Real, realizado por encomenda daquele município, visou a instalação de um novo Centro de Informação Turística (CIT), centralizando diversos serviços congéneres, disseminados por outros lugares, mas também a remodelação do Posto de Turismo, localizado no piso térreo do edifício. Do ponto de vista metodológico, o projeto partiu de uma análise profunda das estruturas e dos espaços existentes, tirando o máximo de proveito do seu potencial arquitetónico, mas também dos métodos construtivos precedentes. Preparou-se assim um "espaço-contentor" neutral, de modo a receber a diversidade de futuros "conteúdos" - iluminação, mobiliário, sinalética - já existentes noutros serviços e ali concentrados após a obra.
Este conjunto patrimonial, também conhecido por "Casas da Praça" ou "Casas da Torre", resultou de um longo e intrincado processo de transformação de um palácio nobre, datado do início do século XVI, e que desde pelo menos o século XVIII foi sendo continuamente fracionado e reconstruído, ao "gosto" de cada época, até atingir a sua atual fisionomia, por adaptação ao traçado e alinhamento da Avenida Carvalho Araújo, aquando da sua abertura. Neste sentido, foi difícil identificar, com total rigor, os elementos pertencentes à construção original, ainda assim adivinhada no aparelho de pedra aparente da fachada principal, nas suas curiosas ameias, e, por fim, na sua janela de evocação Manuelina rodeada de vãos mais recentes. Estes, numa expressão de mimetismo compósito, introduzido no início do século XX, fixaram o alçado simétrico que hoje se conhece. Se esse "retalhamento" arquitetónico era percetível no alçado principal, o mesmo se inferiu em relação ao alçado de tardoz, o qual resultou da estratificação de dois pisos em alvenaria de pedra rebocada, coroados por um piso em estrutura de tabique, aproveitando o vão da cobertura. (...) 

The restoration of the former Casa dos Marqueses de Vila Real, commissioned by the municipality, includes a new Tourism Information Centre - integrating several similar services disseminated by other places -, as well as the remodelling of the City's Tourism Office, located on the building's ground floor. From a methodological point of view, the project started from an in-depth analysis of the existing structures and spaces, taking full advantage of their architectural potential but also of preceding building methods. A neutral "space-container" was thus prepared, in order to receive the diversity of future "contents" - lighting, furniture, signage - already existing in other services and concentrated thereafter.
Subsequently to the restoration of the facades and roof - including works of cleaning, waterproofing, insulation and application of new wooden frames -, the interior compartments were renewed according to two principles: the maintenance of the spatial characteristics of each room; and the uniformity of the chosen coatings and colours for ceilings and walls, and also for portals, doorways, baseboards and floorboards. This architectural "neutralization" revealed the elegance of some unique inner elements, such as stair railings, interior windows, and wooden roof structures.

 

Arquivo de Projectos